domingo, 23 de agosto de 2009

Amigo Labrador


"Uma pessoa pode aprender muito com um cão, mesmo com um cão maluco como o nosso.
Marley me ensinou a viver cada dia com alegria e exuberância desenfreadas, aproveitar cada momento e seguir o que diz o coração.
Ele me ensinou a apreciar coisas simples... um passeio pelo bosque, uma neve recém-caída, uma soneca sob o sol de inverno.
E enquanto envelhecia e adoecia, ensinou-me a manter o otimismo diante da adversidade. Principalmente, ele me ensinou sobre a amizade e o altruísmo e, acima de tudo, sobre a lealdade incondicional. Lealdade. Coragem. Devoção. Simplicidade. Alegria. E também as coisas que não tinham importância.
Um cão não precisa de carros modernos, palacetes ou roupas de grife. Símbolos de status não significam nada para ele. Um pedaço de madeira encontrado na praia serve.
Um cão não julga os outros por sua cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro.
Um cão não se importa se você é rico ou pobre, educado ou analfabeto, inteligente ou burro.
Se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele. É realmente muito simples, mas mesmo assim, nós humanos, tão mais sábios e sofisticados, sempre tivemos problemas para descobrir o que realmente importa ou não.
Ele nos ensinou a arte do amor incondicional.
Como oferecê-lo e como aceitá-lo."  

Trecho do livro Marley e Eu - John Grogan - Jornalista e Escritor.

  video

Um comentário:

Solange Honorato disse...

Olá! Sou louca por cachorros! Tenho cinco e todos sem raça definida mas muito lindos e amados. Assisti o filme e chorei muuuito. A história é linda! Pretendo ler o livro e chorar mais um pouquinho...rsrss. Muito legal seu blog!Bjs